Notícias > Artigos > Shhhh! - Uma Aventura no Cinema
Maio 28
Shhhh! - Uma Aventura no Cinema

No âmbito da disciplina de Física e Química, nomeadamente dos conteúdos dos módulos relacionados com ondas, as turmas P47 e P51 deslocaram-se, na companhia das professoras Bárbara Vale-Frias e Anabela Domingues, ao Almada Fórum para assistirem à exibição do thriller Um Lugar Silencioso, do realizador John Krasinski, que conta a história de uma família que vive em absoluto silêncio, ameaçada por criaturas que caçam através de ondas sonoras.


 

Opinião dos/das Alunos/as

«Naqueles 90 minutos de filme, chorei muito, ri, assustei-me, emocionei-me e pensei em questões pessoais. Tudo isto aconteceu porque tive uma ligação com o filme desde o primeiro minuto pelo facto de uma das crianças ser surda. (…) Esta visita foi muito diferente das que já tinha ido anteriormente, foi uma excelente ideia e gostaria de repetir com todo o prazer mais iniciativas como esta. Divertimo-nos bastante e deu para fazer uma interligação com os conteúdos explorados nas aulas.» MF

«Na minha opinião, esta visita de estudo foi das melhores que eu alguma vez tive pois para além de ser académica foi a mais divertida, inovadora e superadequada para adolescentes o que só comprova que as "ideias fora da caixa" são sempre as que resultam melhor e por isso só tenho agradecer (...) esta forma mais divertida [de] aprendizagem mas também uma tarde de socialização com a minha turma e a de informática.» IG

«Um Lugar Silencioso é uma experiencia única sobre a importância e o significado do som. A premissa é simples, mas original. O final deixou um pouco a desejar. Mas no seu todo é um grande filme que nos fala sobre a audição e a complicada dança de gestos e expressões que os seres humanos usam para se comunicar uns com os outros e é isso que o faz destacar em relação aos outros filmes de thriller e terror.» RL

«A visita de estudo, na minha opinião, foi interessante. Não é todos os dias que há a oportunidade de ir ao cinema com professores e alunos de outras turmas. Houve partes do filme que foram comoventes, porque ao longo do mesmo vê-se o sentido de responsabilidade dos pais para proteger os filhos e ensiná-los a sobreviver naquele mundo caótico; o sacrifício do pai para salvar os filhos foi um dos exemplos que quase me fez ter lágrimas nos olhos porque notava-se que ele amava tanto os filhos que daria a sua vida para os proteger.» RA

 

Pictures1.jpg


 

 ​

Comentários

Não existem comentários para este artigo.